Interested in Cryptocurrency?
Visit best CoinMarketCap alternative. Real time updates, cryptocurrency price prediction...

Mafalda Veiga lyrics

Restolho

Original and similar lyrics
Geme o restolho, triste e solitário a embalar a noite escura e fria e a perder-se no olhar da ventania que canta ao tom do velho campanário Geme o restolho, preso de saudade esquecido, enlouquecido, dominado escondido entre as sombras do montado sem forças e sem cor e sem vontade Geme o restolho, a transpirar de chuva nos campos que a ceifeira mutilou dormindo em velhos sonhos que sonhou na alma a mágoa enorme, intensa, aguda Mas é preciso morrer e nascer de novo semear no pó e voltar a colher há que ser trigo, depois ser restolho há que penar para aprender a viver e a vida não é existir sem mais nada a vida não é dia sim, dia não é feita em cada entrega alucinada prá receber daquilo que aumenta o coração Geme o restolho, a transpirar de chuva nos campos que a ceifeira mutilou dormindo em velhos sonhos que sonhou na alma a mágoa enorme, intensa, aguda Mas é preciso morrer e nascer de novo semear no pó e voltar a colher há que ser trigo, depois ser restolho há que penar para aprender a viver e a vida não é existir sem mais nada a vida não é dia sim, dia não é feita em cada entrega alucinada prá receber daquilo que aumenta o coração

Tristeza

De Moraes Vinicius
Tristeza Por favor vá embora Minha alma que chora Está vendo meu fim (2x) Fez do meu coração a sua moradia Já é demais pro meu penar Quero voltar aquela vida de alegria Quero de novo cantar lá - rá rá - rá .. Quero de novo cantar (2X) Repeat: Repete:

Igual Você Não Tem

CRISTIANO ARAUJO "Continua"
Difícil é perceber e ver o sol nascer Mais uma vez eu acordar e não poder te ver Palavras, desencontros, pessoas, nem te conto Nos impedindo de crescer Tão depressa conversar de tudo arrepender O aperto que dá neste triste coração Acender os bom momentos, voltar a viver Quero de novo todo dia e não aceito não Quero você de volta, meu bem Seu beijo me faz falta, vem, vem Meu peito chega à dor de lembrar Que agora pode estar em outro lugar Mais uma vez eu quero te ver Pra te falar como é ruim perder Pensamentos vão ao longe pro além Na certeza que igual você não tem Igual você não tem

De La Cabeza A Los Pies

JUAN GABRIEL "Juan Gabriel"
Por mi boca sabrás que te quiero Por mis ojos que nada es mentira Por mis hechos que es amor sincero Que yo soy para toda la vida por ser tuyo hasta me desespero Porque tú estás hecha a mi medida Yo nací nada más que para amarte, Para darte mi tiempo y mi vida Yo crecí nada más para darte, Para hacerte lo que tú me digas Viviré solo para cuidarte Nada más falta que me lo pidas Ay amor, ay amor, dame tus manos, ponlas en mi pecho Te hablaré derecho preciso saber Me permites que te quiera mucho Mírame, háblame, yo te escucho Tú me gustas mucho pa' que seas mi mujer Si me duermo es para soñarte Si despierto es nada más para verte Es mejor que te vengas conmigo Sólo sueño en que voy a tenerte O si quieres me voy yo contigo Como quieras pero no perderte No me canso jamás de cantarte Mis canciones que hablan de quererte Si te vas sé lo que es extrañarte Si te veo sé lo que es buena suerte Si te vas ay mi pecho se parte Y me causas en vida la muerte Ay amor, amor, amor ven a mis brazos y abrázame muy fuerte Deja que te bese de la cabeza a los pies Voy hacerte un sin fin de locuras Te diré y te haré las diabluras Que ni en travesuras hice en mi niñez

Um Resto De Tudo

Joao Pedro Pais
Desce pela avenida a lua nua Divagando à sorte, dormita nas ruas Faz-se de esquecida, a minha e tua Deixando um rasto, que nos apazigua Sou um ser que odeias mas que gostas de amar Como um barco perdido à deriva no mar A vida que levas de novo outra vez O mundo que gira sempre a teus pés Sou a palavra amiga que gostas de ouvir A sombra esquecida que te viu partir A noite vadia que queres conhecer Sou mais um dos homens que te nega e dá prazer A voz da tua alma que te faz levitar O átrio da escada para tu te sentares Sou as cartas rasgadas que tu não lês A tua verdade, mostrando quem és Entra pela vitrina surrealista Faz malabarismo a ilusionista Ilumina o céu que nos devora Já se sente o frio, está na hora de irmos embora Sou um ser que odeias mas que gostas de amar Como um barco perdido à deriva no mar A vida que levas de novo outra vez O mundo que gira sempre a teus pés Sou a palavra amiga que gostas de ouvir A sombra esquecida que te viu partir A noite vadia que queres conhecer Sou mais um dos homens que te nega e dá prazer Sou a voz da tua alma que te faz levitar O átrio da escada para tu te sentares Sou as cartas rasgadas que tu não lês A tua verdade, mostrando quem és Sou um ser que odeias mas que gostas de amar Um barco perdido à deriva no mar A vida que levas de novo outra vez O mundo que gira sempre a teus pés Sou a palavra amiga que gostas de ouvir A sombra esquecida que te viu partir A noite vadia que queres conhecer Sou mais um dos homens que te nega e dá prazer A voz da tua alma que te faz levitar O átrio da escada para tu te sentares Sou as cartas rasgadas que tu não lês A tua verdade, mostrando quem és Um resto de tudo Que possa existir Mostrando quem és Um resto de tudo.

O Cio Da Terra

Buarque Chico
(Milton Nascimento/Chico Buarque) Debulhar o trigo Recolher cada bago do trigo Forjar no trigo o milagre do pão E se fartar de pão Decepar a cana Recolher a garapa da cana Roubar da cana a doçura do mel Se lambuzar de mel Afagar a terra Conhecer os desejos da terra Cio da terra propícia estação E fecundar o chão Fernando de Paula Junior

Was it funny? Share it with friends!