Interested in Cryptocurrency?
Visit best CoinMarketCap alternative. Real time updates, cryptocurrency price prediction...

Gilberto Gil lyrics - Acoustic

Drao

Original and similar lyrics
Drão o amor da gente é como um grão Uma semente de ilusão Tem que morrer pra germinar plantar nalgum lugar Ressuscitar no chão nossa semeadura Quem poderá fazer aquele amor morrer! Nossa caminhadura Dura caminhada pela estrada escura Drão não pense na separação Não despedace o coração O verdadeiro amor é vão, estende-se, infinito Imenso monolito, nossa arquitetura Quem poderá fazer aquele amor morrer! Nossa caminha dura Cama de tatame pela vida afora Drão os meninos são todos sãos Os pecados são todos meus Deus sabe a minha confissão, não há o que perdoar Por isso mesmo é que há de haver mais compaixão Quem poderá fazer aquele amor morrer Se o amor é como um grão! Morrenasce, trigo, vive morre, pão Drão

Medo De Amar

Ivete Sangalo
(oohhhhh) Ivete Sangalo: (yeahhYeahh) Você bem quis entender mas eu não soube explicar Nem mesmo eu sei dizer Não gosto nem de lembrar Você bem quis entender mas eu não soube explicar Nem mesmo eu sei dizer Não gosto nem de lembrar Ed Motta: Éé eu tive medo De ver meu coraçao amar assim tão cedo Foi bobagem não falar(hummm) Desse meu medo de Amar Ivete Sangalo: Porque você não volta? Se já falei o que passou E o que quebrou a gente montar Refaz a nossa história de amor Ed Motta: Porque você não volta? Se já falei o que passou E o que quebrou a gente montar Refaz a nossa história de amor... Ivete Sangalo: Faz a nossa história de amor Meu amor (ohhhhhh) (tuuutuuiiii) Ivete Sangalo: Você bem quis entender Mas eu não soube explicar Nem mesmo eu sei dizer Nãoi gosto nem de lembrar Ed motta: Você bem quis entender Mas eu não soube explicar Os 2: Nem mesmo eu sei dizer Não gosto nem de lembrar Eu tive medo De ver meu coraçao amar assim tão cedo Foi bobagem não falar Desse meu medo de amar Porque você não volta Se já falei o que passou E o que quebrou a gente montar Refaz a nossa história de amor Porque você não volta Se já falei o que passou (vem...Baby) E o que quebrou a gente montar Refaz a nossa história de amor Refaz a nossa história de amor De amor....

Meus Sentimentos

CRISTIANO ARAUJO "Ao Vivo Em Goiânia"
Volta pra mim, estou sozinho precisando de você, Pergunto à Deus o que eu posso fazer Pra reconquistar o seu amor. Volta pra mim, já sinto falta do teu cheiro, teu abraço, Tentei de tudo mas não sei mais o que faço, Nas noites frias, preciso do teu calor. Por que fez assim, me abandonando Sem me dar explicação? Será que não percebe, magoou meu coração, Sem motivo algum Interrompendo uma linda paixão. Meu amor, eu não sei o que fazer, Eu não sei se te procuro Ou se tento te esquecer. Eu não sei como o cupido me flechou, Só sei que estou apaixonado, Enlouquecendo de amor. Um amor tratado como fruto de um sentimento, Quem não teve, aguarde, pois terá o seu momento, Seu momento, seu momento de amar. Quando me pego parado eu fico até me perguntando De onde é que vem o sentimento soberano Que a gente não consegue controlar?

Barco Da Paz

Claudinho E Buchecha
OOÔ Paz União Dança, chama a gata e aperta a minha mão. OOÔ Paz e Amor Eu sou a luz que não se apagou Galeras abram caminho que o mulão vai passar Todos no barco da paz, vamos juntos navegar Quero ver você, repicar na emoção Reviver momentos de prazer em um telão. Estilo diferente, nós viemos Ihe mostrar Exemplar com disciplina a alegria no ar Unir em grande arco sentir um novo prazer E fazer do baile funk um bom motivo pra viver Porque em todos os bailes, zuamos na moral O Salgueiro e a Coronel é um bamba legal Você precisa ver p'ra poder acreditar Que um balanço envolvente, faz a massa agitar, Como é lindo Salgueiro e Coronel Fazer da vida em paz, o seu único troféu Aproxima gatinha vem com a gente sangue bom. Abrir as portas ocultas da nossa Imaginação As equipes fazem tudo pra melhorar Lutam pela paz, para o show continuar As gatas vem ao baiie, e só querem amor Mas alguns vacilões, vem brigar Botar terror Para concluir é preciso a razão Veja essas galeras agitando no salão Refrão É lindo ver a coronel vindo em Carrossel, abalou Gata linda, doces lábios de mel Lá na nossa área tudo é amor Todos jovens vem com carinho e Alegria Num mundo de sonhos, amizade e fantasia. Se você pensar direito, não irá se Arrepender De zuar o baile inteiro, se divertir P'ra valer Pode ser do Caramujo, Pimba e Morro do céu Cubango, alô Estado, vem zoar com a Coronel Palmeira, Bernardino e a favela do Sabão. Palácio e a Vila Ipiranga, é sangue bom Mando p'ra Brasília, Riodades e Coréia Pare de violência, se liga em nossa idéia Otto, Boa Vista, Santo Cristo e Cavalão Tenente Jardim, Viçoso, e o Boi é sangue bom Vamos dar um tempo com essa marra de guerreiro Mandamos mil abraços p'ra galera do Salgueiro Refrão Hoje temos tudo p'ra curtirmos tão bem Se você quer ser feliz, vem unir o Nosso trem Que esta seguindo uma nova direção E cada momento uma outra emoção Onde o desafio que teremos que Cumprir E tornar maior a sinfonia de MCs. Então dê as mãos, faça o que diz o seu olhar E curtir o baile Funk é mais um Jeito de brincar Refrão Hoje estou feliz, com emoção Pois a Coronel só me traz satisfação Siga o meu exemplo dançando com uma mulher E curta o som do Funk, dando aulas de Ballet Gosto de morena, me amarro em pretinha Eu estou me ligando que ela parou na minha Quero ver toda rapeiz, com a Coronel cantar Solte o grito na garganta, faz meu Rap ecoar? Refrão

Cantar Alentejano

Afonso Zeca
Chamava-se Catarina O Alentejo a viu nascer Serranas viram-na em vida Baleizão a viu morrer Ceifeiras na manhã fria Flores na campa lhe vão pôr Ficou vermelha a campina Do sangue que então brotou Acalma o furor campina Que o teu pranto não findou Quem viu morrer Catarina Não perdoa a quem matou Aquela pomba tão branca Todos a querem p'ra si Ó Alentejo queimado Ninguém se lembra de ti Aquela andorinha negra Bate as asas p'ra voar Ó Alentejo esquecido Inda um dia hás-de cantar

Amar Tudo

Djavan
Meu amor eu nem sei te dizer quanta dor mesmo a noite não sabia o que o amor escondia minha vida que fazer com minh'alma perdida foi um raio de ilusão bem no meu coração e veio com tudo dissabor e tudo veio com tudo dissabor e tudo eu sei, eu não sei viver sem ela assim, um simples talvez me desespera ninguém pode querer bem sem ralar na há nada o que fazer amar é tudo

Was it funny? Share it with friends!